QUEM SOMOS

Sete décadas e três gerações de trabalho em prol do turismo e da satisfação dos nossos clientes

Tudo começou em agosto de 1949, quando o italiano Fortunato Polvani alugou um antigo armazém de secos e molhados, no número 359 da Rua 25 de Mayo, em Buenos Aires, para transformá-lo em uma operadora de turismo. Assim nasceu a Polvani Tours, a primeira empresa da Argentina a realizar excursões à Europa com recursos próprios.

Em 1950, a Organización Polvani já apresentou um extraordinário movimento de passageiros para o Velho Continente, na maioria peregrinos atraídos pela celebração do Ano Santo, o primeiro após a II Grande Guerra Mundial. No ano seguinte, foi inaugurado o escritório de Gênova, cidade que, na época, foi estrategicamente escolhida por abrigar o principal porto de chegada de navios transatlânticos e onde, até hoje, está localizada a sede central da Polvani Tours.

Eram outros tempos. Ainda não existiam autoestradas e as rodovias da Europa ressentiam as destruições provocadas pela guerra. Naquela época, os tours tinham uma duração média de 60 a 90 dias, aos quais eram acrescidos 30 dias de viagem de ida e volta de navio.

 

No Brasil, o primeiro endereço foi na Avenida Presidente Vargas, no Rio de Janeiro, em uma pequena sala alugada em abril de 1953. Hoje estamos instalados em confortável sede própria, no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo. Os tempos mudaram ao longo destes 71 anos de atividades ininterruptas. Atualmente, as viagens transoceânicas duram poucas horas em velozes aviões a jato, a oferta de vôos internacionais é cada vez maior e a modernização dos transportes terrestres facilitaram a vida do passageiro, que reduziu o período de estadia no exterior e aumentou a freqüência de suas viagens.

 

A Polvani Tours também mudou e se adaptou aos novos tempos, mas jamais deixou de seguir os princípios básicos de trabalho deixados pelo Comendador Fortunato e pelo seu filho Giancarlo Polvani: oferecer serviços de qualidade, cumprir fielmente com o prometido e ouvir sempre a opinião dos turistas. Marco e Fortunato Polvani, netos do fundador, que assumiram a direção da empresa no final de 2001, fazem questão de manter a mesma linha de atuação, privilegiando a ética profissional e o respeito aos turistas e às empresas que nos confiam a realização de congressos e eventos.


Nós da Polvani Tours do Brasil temos orgulho de fazer parte desta história e trabalhamos com prazer para manter a tradição e o prestígio de uma empresa respeitada em todo o mundo.
 

Gerardo Landulfo

Diretor da Polvani Tours Brasil

LINHA DO TEMPO

1949

O italiano Fortunato Polvani aluga um antigo armazém de secos e molhados na Rua 25 de Mayo, no centro de Buenos Aires, para criar a primeira operadora de turismo argentina a realizar viagens à Europa com recursos próprios.

Escritório de Buenos Aires e Fortunato Polvani no Terrazza Martini, Gênova

1951

Com o sucesso obtido desde o início da atividade e o aumento das excursões e vendas de passagens marítimas, Fortunato Polvani volta para a Itália e se estabelece em Gênova, onde abre um escritório para receber os turistas, transformando-o na nova sede da empresa.

1953

A Polvani chega ao Brasil, primeiro no Rio de Janeiro, onde inaugura um pequeno escritório em uma sala alugada na Avenida Presidente Vargas. Quatro anos mais tarde é a vez de São Paulo, instalando-se posteriormente em sedes próprias diante do crescimento do mercado brasileiro.

Primeiro endereço da Polvani no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro (1953)

1957

Nasceram os “Polvanitos”, reboques que transportavam malas e superavam a capacidade dos bagageiros dos ônibus. Na época, as excursões tinham uma duração média de sessenta dias, aos quais deveriam ser acrescidos outros trinta para as travessias de ida e volta de navio.

Interior de um ônibus Polvani nos anos 50 e o "Polvanito", reboque para transporte de malas

1968

Com o crescente aumento de circuitos em ônibus pela Europa e das chegadas dos passageiros em aviões, principalmente pelo aeroporto de Madri, a Polvani abre o escritório na capital espanhola, desde então dirigido por Alfio Sensi.

 

1971

A Polvani se torna o primeiro operador de turismo do mercado latino-americano a obter autorização para realizar circuitos pelo Leste Europeu e Rússia com guias acompanhantes, motoristas e ônibus próprios.

Motoristas na Place Vendôme, em Paris, e grupo Polvani nos Alpes, em território austríaco

1984

O departamento de viagens personalizadas conquista cada vez mais espaço na empresa, com uma estrutura formada por profissionais e motoristas de alto nível. Um Chrysler Imperial e outros automóveis de luxo faziam parte da frota.

 

1988

Depois de trabalhar por muitos anos na filial de Buenos Aires, Giancarlo Polvani assume a direção da empresa com a aposentadoria do pai, Fortunato, que ainda manteve sua sala e frequentou os escritórios da Via Fieschi até nos deixar, em 1994.

Marco Polvani, Gerardo Landulfo e o saudoso Giancarlo Polvani
na antiga sede paulistana da empresa, em 1993

1995

Quatro aviões (dois da Alitalia e dois da Varig) são contratados para levar mais de 1.000 passageiros para um cruzeiro pela Itália a bordo do Costa Classica, fretado com exclusividade para a VIII Cenassobrav da Associação Brasileira dos Distribuidores Volkswagen.

O navio Costa Classica em 1995

2001

A empresa chega à sua terceira geração sob o comando de Fortunato e Marco Polvani, netos do fundador e filhos do inesquecível Giancarlo. Com os ensinamentos deixados por eles, superaram a crise do setor de turismo ocasionada pelo trágico atentado às Torres Gêmeas.

Marco e Fortunato Polvani

2002

A Polvani aumenta a oferta de viagens temáticas, com destaque para o turismo gastronômico. Um dos primeiros programas contemplava o interior do Piemonte, até então pouco conhecido e, atualmente, um dos destinos mais procurados por quem gosta de comer e beber bem.

A cidade de Barolo, no Piemonte

2011

O luxuoso navio Mariner da Regent Seven Seas é fretado para a sétima convenção da Abracaf, a sexta consecutiva realizada pela Polvani. A viagem começa em Istambul e termina em Atenas, com escalas nas Ilhas Gregas. Em Mykonos, foi apresentado o novo Fiat Palio.

2012

O Autódromo de Modena é alugado com exclusividade para a pilotagem de carros da Ferrari, um dos pontos altos da viagem de incentivo organizada para a Continental Pneus. Os premiados foram homenageados com um jantar de gala na Villa D’Este, Lago de Como.

Evento da Continental Pneus no  Autódromo de Modena

2015

As rodovias da Alemanha são palco de um extraordinário test-drive. Percorrendo estradas secundárias e uma das famosas Autobahns (sem limite de velocidade), convidados da Audi testam a sua linha RS, composta por automóveis com mais de 300 cavalos de potência.

2017

A Assobrav comemora 45 anos com uma “viagem ao futuro”, levando seus associados à Die Glaserne Manufaktur, a fábrica de vidro, em Dresden. Demonstrando seu compromisso com a mobilidade e sustentabilidade, a Volkswagen apresenta o Golf elétrico.

Visita a Dresden

com o grupo da Volkswagen e  o test-drive da
Audi, ambos
na Alemanha

2019

A Polvani completa 70 anos adaptada aos novos tempos do setor de turismo, mas mantendo os princípios básicos implantados por seu fundador.

POLVANI TOURS

Rua Bandeira Paulista, 600, 10º andar

Itaim Bibi – CEP 04532-001
São Paulo (SP) – Brasil

WA%20Logo_edited.png

(11) 3083-4411

  • Instagram
  • Facebook

© 2020 Polvani Tours

Desenvolvido por Ao Sabor da Letra | Fotos Shutterstock e Arquivo Polvani